Postado em 18/07/2019 00:00

Universitários da UFRA participam de visita técnica no aterro sanitário

 

A Guamá Tratamento de Resíduos recebeu 43 alunos das turmas de Biologia e Engenharia Florestal da Universidade Federal Rural da Amazônia (UFRA), da cidade de Capitão Poço, que, por meio do Programa Portas Abertas, participaram de visita técnica no aterro sanitário.

 

 

Na visita, realizada dia 11 de julho, a equipe do aterro sanitário apresentou as tecnologias utilizadas para o tratamento de resíduos, técnicas de proteção ambiental de solo, do ar, das águas subterrâneas e superficiais e o tratamento de chorume. O coordenador operacional do aterro sanitário, Paulo Henrique Pontes, acompanhou a turma, repassando os conhecimentos de todas as etapas da operação, da preparação para recebimento de resíduos até o tratamento por meio da tecnologia Osmose Reversa.

 

 

A proposta do Programa Portas Abertas, criado em 2017, é apresentar o aterro sanitário a comunidade, estudantes de escolas e universidades, pesquisadores e grupos interessados em conhecer o aterro e como é feita a destinação final adequada de resíduos. Centenas de pessoas, incluindo representantes, entre estudantes, professores e pesquisadores da Universidade Federal do Pará (UFPA), Universidade do Estado do Pará (UEPA), Universidade Federal Rural da Amazônia (UFRA), escolas técnicas e de ensino fundamental, gestores e parlamentares da Prefeitura de Ananindeua e Belém, Comissão de Meio Ambiente da Ordem dos Advogados do Brasil - Seção Pará (OAB-PA) e moradores do entorno já visitaram o aterro por meio do Portas Abertas.

O programa segue a política de relacionamento com a comunidade da Guamá Tratamento de Resíduos, pautada pela transparência. Com o Portas Abertas, todos podem conferir as melhorias realizadas pelo empreendimento.

 

Serviço

As visitas ao Portas Abertas podem ser agendadas pelo e-mail contato.guama@solvi.com

Comentários 0